BlackTDN Search

segunda-feira, 11 de junho de 2012

BlackTDN :: TSQLite - Protótipo de Classe em ADVPL

sqlite370_banner

Comecei a brincar com SQLite e ADVPL. Dessa brincadeira surgiu um “protótipo” de classe em ADVPL para uso com SQLite e ODBC (Generic) no dbAccess. Ainda tem muito a ser implementado mas está funcional. Briguei muito com mBrowse, FWMBrowse e FWBrowse e usei como solução, para apresentar os dados TListBox.

Apesar da FWBrowse estar preparada para trabalhar com Query seu comportamento se mostrou bastante instável quando mais de um SGBD/DBMS está em uso. No meu caso o SGBD padrão era o MSSQL mas, para a FWBrowse gostaria de usar o ODBC (Generic) que apontava para SQLite. Gostei muito da FWBrowse mas, infelizmente, não pude usá-la no exemplo. A classe TSQLite tem muito a evoluir mas já podemos ter uma idéia de algumas de suas funcionalidades. O “protótipo”, em ADVPL, TSQLite juntamente com o exemplo para teste poderão ser obtidos ao clicar aqui.

[]s
иαldσ dj

4 comentários:

  1. Fala Naldo

    Ta correria aqui mas cheguei a ver a classe, achei muito interessante, tentarei testar com calma...

    Gostaria de saber a sua opinião sobre a utilização do SQLite, apontando vantagens e desvantagens...

    Pelo que vi existem chamadas do TCSetConn n vezes, na questão da performance isso não pode prejudicar?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vitor, é apenas um protótipo. Uma brincadeira com ADVPL e SQLite. Uma definição muito boa sobre o SQLite poderá ser lida em (Wikpédia :: SQLite http://pt.wikipedia.org/wiki/SQLite). Dada as Característica do SQLite ele não pode ser usado diretamente no Protheus e, por isso, da classe. SQLite ou qualquer outra conexão feita via ODBC (Generic) não poderão ser usadas como base de dados principal. Poderiam ser utilizadas para Leitura de um ambiente externo ao protheus ou como criação de arquivos temporários. Seria interessante que o Protheus suportasse o SQLite para os arquivos de dicionários de Dados e para arquivos temporários ao invés dos ISAM (dbf, ADS, CTree, BTrieve). O que me forçou a criar a classe e não usar as funções padrões para manipulação de arquivos de dados no protheus foi a seguinte limitação no SQLite:

      --------------- ODBC Connection Check-Up ------------------
      ODBC Mapped Functions ......: 1.0
      ODBC DBMS Name..............: SQLite
      ODBC DBMS Version...........: 3.7.12
      ODBC DBMS Database Name.....: c:\db\sqllite\sqllite.db
      ODBC Data Source Name.......: SQLite3
      ODBC Server Name............: c:\db\sqllite\sqllite.db
      ODBC Driver Name............: C:\WINDOWS\system32\sqlite3odbc.dll
      ODBC Driver Version ........: 0.95
      ODBC Support ODBC Version...: 03.00
      -----------------------------------------------------------

      ------------- Generic Connection Check-Up -----------------
      Prepared Stmt Cache .......: ENABLED
      Index Trace ...............: DISABLED
      ISAM Compatibility Mode ...: DISABLED
      Connection Access Mode ....: READWRITE (DEFAULT)
      [INFO] Initial CheckUp - ISAM OPERATIONS NOT SUPPORTED.

      Observe que o Driver para SQLite não tem suporte para "ISAM Compatibility Mode" impossobilidando o uso das funções padrões para manipulação de arquivo de dados como a dbUseArea, dbCreate, etc.

      Com relação a TCSetConn elas foram colocadas onde necessário: Criação, abertura, Seleção, transação, etc.: Quando da finalização da Classe o número de chamadas diminuirá, mas ainda continuarão a existir em "grande" quantidade pois tem-se que garantir que a operação será efetuada na conexão correspondente e tem-se que garantir, TAMBÉM e PRINCIPALMENTE, que a conexão padrão sempre será a conexão do DBMS principal.

      Está convidado a brincar com a TSQLite e se estiver disposto a desenvolvê-la comigo é só dizer. Ela não tem a pretensão de substituir os arquivos suportados pelo sistema (Isso é responsabilidade do pessoal de tecnologia da totvs). É apenas um exercício e uma brincadeira para mostrar como poderemos utilizar uma Conexão via ODBC (Generic).

      Excluir
    2. SQLite é excelente para uso em aplicativos móveis.

      Excluir
    3. Fácil pro pessoal da Totvs incorporar ao produto uma vez que o código do SQLite é auto-contido. Neste caso nem precisaria do dbAccess. O acesso seria direto.

      Excluir