Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

🚀 Oferecendo Serviços Remotos de Desenvolvedor AdvPL e Mais 🖥️

🚀 Oferecendo Serviços Remotos de Desenvolvedor AdvPL e Mais 🖥️ Olá pessoal, Espero que este post encontre todos vocês bem! É com grande entusiasmo que compartilho que estou expandindo meus serviços como Desenvolvedor AdvPL para novos desafios e colaborações. Com mais de duas décadas de experiência sólida, minha jornada profissional tem sido enriquecedora, com a oportunidade de participar de projetos empolgantes ao longo dos anos. Agora, estou ansioso para trazer minha experiência e habilidades para novas equipes e projetos, trabalhando de forma remota. Minha expertise abrange não apenas AdvPL, mas também outras tecnologias-chave, incluindo JS, SQL, Infraestrutura e Otimização de Processos. Acredito que essa combinação de conhecimentos me permite oferecer soluções abrangentes e eficazes para uma variedade de necessidades de desenvolvimento. Acredito que a tecnologia tem o poder de transformar negócios e impulsionar o sucesso, e estou comprometido em ajudar meus clientes a alcançar seu

Protheus :: Advpl TOP (DBAccess) :: Será que o configurador é pra marreco???

Fala ae minha gente,

Hoje apos uma manha cheia de risadas e indo almoçar junto com o grande brother Wellington Bis, começa a rolar o assunto do blog:
- "Pô mano.. blog do Naldo é foda e tal... ja me salvou varias vezes..."
Respondo:
- "Hehehe... póis é... no blog só tem monstrao... Naldo, Eu (OverFail), RLeg... Regazzo..."
E ja bateu a vontade louca de mandar mais uma loucura... da mesma linha de ontem... porem faltava um som para embalar o desenrolar do post... entao nada melhor do que faze-lo ao som: Beastie Boys - Licensed to iLL - No Sleep Till Brooklyn... é o q ha!

Vamos ao codigo...

O foco da brincadeira é demonstrar uma maneira de alterar a estrutura de um campo "a quente" no protheus, sem o uso do configurador... utilizando pra isso a função TCALTER()...



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Segue o codigo:

#include "protheus.ch"
#DEFINE NL CHR(13)+CHR(10)

// Exemplo de como ajustar o tamanho de um campo "a quente" no Protheus
// Utiliza a função TCALTER para realizar a modificação

// Exemplo:
// lOk := TCAlter(cTable,aOldStru,aNewStru,@nTopErr)

// lOK -> .T. se conseguiu alterar a tabela
// cTable -> Nome físico da tabela no banco (ex: SB1010)
// aOldStru -> Estrutura atual da tabela
// aNewStru -> Nova estrutura da tabela
// @nTopErr -> Se der erro, retorna o código numérico do erro no TOP

*=====================================*
FUNCTION U_AjusAX()
*=====================================*
Local cMsg := ""
Local i, aEmp

aEmp := LoadEMP()

For i := 1 to LEN(aEmp)
MsgRun( "Ajustando Empresa " + aEmp[i,1], , {|| cMsg += AjustZAX( aEmp[i] ), RpcClearEnv() } )
Next

MsgInfo( cMsg, "Retorno" )

Return

*=====================================*
Static Function LoadEMP()
*=====================================*
Local cEmp := "", aRet := {}
OpenSM0(); SM0->(DBGOTOP())
While !SM0->(EOF())
IF ! SM0->M0_CODIGO $ cEmp
  cEmp += SM0->M0_CODIGO + ";"
  SM0->( AADD( aRet, {M0_CODIGO, M0_CODFIL} ) )
ENDIF
SM0->(DBSKIP())
Enddo
Return aRet

*=====================================*
Static Function AjustZAX(aEmp)
*=====================================*
Local aX3, aStru, nTopErr := 0
cEmp := aEmp[1]; cFil := aEmp[2]

RpcSetType(3)
RpcSetEnv(cEmp, cFil)

IF !SX2->(DBSEEK("ZAX"))
Return cEmp+": Não tem ZAX no SX2" + NL
ENDIF

IF ! TcCanOpen(SX2->X2_ARQUIVO)
Return cEmp+": Não houve alterações" + NL
Endif

IF !ChkFile("ZAX", .T.)  // Tenta abrir a tabela em modo exclusivo para alterar
Return cEmp+": Não pode abrir ZAX exclusivo" +NL
ENDIF
aStru := ZAX->(DBSTRUCT())
ZAX->(DBCLOSEAREA())

SX3->(DBSETORDER(2))

IF SX3->(DBSEEK("ZAX_REFMT1"))
RecLock("SX3", .F.)
SX3->X3_TAMANHO := 17
SX3->X3_PICTURE := "@R 999,999,999,999.99"
SX3->(MSUNLOCK())
ENDIF

IF SX3->(DBSEEK("ZAX_REFMT2"))
RecLock("SX3", .F.)
SX3->X3_TAMANHO := 17
SX3->X3_PICTURE := "@R 999,999,999,999.99"
SX3->(MSUNLOCK())
ENDIF

// Monta a estrutura em SX3 p/ comparação
SX3->(DBSETORDER(1))

SX3->(DBSEEK("ZAX01"));  aX3 := {}

While SX3->(!EOF() .and. X3_ARQUIVO=="ZAX")
IF SX3->X3_CONTEXT <> "V"
  SX3->( AADD( aX3, {X3_CAMPO, X3_TIPO, X3_TAMANHO, X3_DECIMAL} ))
ENDIF
SX3->(DBSKIP())
Enddo

IF TCAlter( Alltrim(SX2->X2_ARQUIVO), aStru, aX3, @nTopErr)
Return cEmp+": Alterado com sucesso" +NL
Else
Return cEmp+": Erro ao alterar - " + ALLTRIM(STR(nTopErr)) +NL
Endif

RpcClearEnv()
Return

--------------------------------------------------------------------------------



E assim a estrutura do campo foi mudada...

[]s

Rodrigo "OverFail"

Comentários

  1. Boa tarde Naldo!! Você poderia colocar um
    artigo sobre o comando TCINTERNAL ou ensinar
    a criar campos e deletar no sx2, sx3 e six através um prw .

    ResponderExcluir
  2. Naldo,

    Eu observei q a execução dessa Function irá provocar um CREATE, DROP, INSERT na tabela. Teria como fazer isso apenas alterando SX3 e TOP_FIELD ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teóricamente, com TCSetField(cAlias,cField,cType,nSize,nDec), é possível. Testaew.

      []s

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

BlackTDN :: RLeg ~ Desvendando a Função ParamBox

Para quem precisar desenvolver uma interface de entrada de dados, coisa rápida, e não quer ter aquele trabalhão danado que todos já sabemos, o Protheus tem uma função que ajuda muito, é uma interface semelhante a função Pergunte, porém com muito mais opção de objeto de entrada de dados, alias até colocar o scrollbox desta interface com todos os objetos em outra MsDialog ou Wizard é simples. Vejam o exemplo abaixo, boa sorte! Rleg. //---------------------------------------------------------- // Função exemplo utilizando a função ParamBox() //---------------------------------------------------------- User Function xParamBox() Local aRet := {} Local aParamBox := {} Local aCombo := {"Janeiro","Fevereiro","Março","Abril","Maio","Junho","Julho","Agosto","Setembro","Outubro","Novembro","Dezembro"} Local i := 0 Private cCadastro := "xParambox" // ---------------

BlackTDN :: Customizando a interface de Login no Protheus e by You

A publicação “ BlackTDN :: By You e sua nova tela de login ”  de nosso amigo OBona deu o que falar e, em função disso, esse que a muito não vos escreve resolveu criar uma versão onde será possível personalizar, “por completo”, a tela de login no Protheus/by You. Considerando que OBona já havia “mapeado, identificado e customizado” as imagens peguei-as emprestadas para o exemplo que se segue: O primeiro passo para a customização “total” da interface de login do Protheus/by You será implementar o “Ponto de Entrada” ChgPrDir (Diretório de impressão) . Usaremos esse PE juntamente como programa U_FindMsObject.prg (apresentado pela primeira vez em: Protheus :: ADVPL : The Container : Presents Pandora's box ). Diferente do exemplo proposto por OBona, que substitui, durante o processo de compilação, as imagens padrões do sistema (excluindo-as) por imagens customizadas (com o mesmo nome) este novo exemplo mantém, no RPO, as imagens padrões adicionando novas imagens customizadas que serã

Protheus :: Chamando Funções do Menu Diretamente e sem a Necessidade de Login

Ferne$ perguntou: "...é possível abrir alguma rotina do sistema sem solicitar login ao usuário, como por exemplo a rotina MATA010..." Sim Ferne$, é possível sim. Abaixo um Exemplo para a Chamada à função MATA010 sem a necessidade de Login no sistema. #INCLUDE "PROTHEUS.CH" #INCLUDE "TBICONN.CH" /*/ Funcao: MATA010Ex Data: 30/04/2011 Autor: Marinaldo de Jesus Descricao: Executar a Funcao MATA010 diretamente sem a necessidade de LOGIN no Protheus Sintaxe: 1 ) U_MATA010Ex ( Chamada diretamente na Tela de Entrada do Sistema ) ; ou 2 ) totvsclient.exe -q -p=u_MATA010Ex -a=01;01 -c=rnp_local -e=rnp -m -l ( Chamada Via Linha de Comando ) /*/ User Function MATA010Ex( cEmpFil ) Local aEmpFil Local bWindowInit := { || __Execute( "MATA010()" , "xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx" , "MATA010" , "SIGAFAT" , "SIGAFAT", 1 , .T. ) } Local cEmp Local cFil Local cMod Local cModName := "SIGAFAT" DEFA