Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

🚀 Oferecendo Serviços Remotos de Desenvolvedor AdvPL e Mais 🖥️

🚀 Oferecendo Serviços Remotos de Desenvolvedor AdvPL e Mais 🖥️ Olá pessoal, Espero que este post encontre todos vocês bem! É com grande entusiasmo que compartilho que estou expandindo meus serviços como Desenvolvedor AdvPL para novos desafios e colaborações. Com mais de duas décadas de experiência sólida, minha jornada profissional tem sido enriquecedora, com a oportunidade de participar de projetos empolgantes ao longo dos anos. Agora, estou ansioso para trazer minha experiência e habilidades para novas equipes e projetos, trabalhando de forma remota. Minha expertise abrange não apenas AdvPL, mas também outras tecnologias-chave, incluindo JS, SQL, Infraestrutura e Otimização de Processos. Acredito que essa combinação de conhecimentos me permite oferecer soluções abrangentes e eficazes para uma variedade de necessidades de desenvolvimento. Acredito que a tecnologia tem o poder de transformar negócios e impulsionar o sucesso, e estou comprometido em ajudar meus clientes a alcançar seu

BlackTDN :: PowerShell! A criatura pelo seu criador

Windows PowerShell, segundo a Wikipédia:

wikipedia-logoMicrosoft Windows PowerShell é um novo prompt de comando do Windows, muito mais poderoso que o antiquado cmd.exe, voltado à automatização, via scripts e canalização de objetos por uma seqüência de comandos, para manutenção de sistemas por parte de administradores, além de um controle maior do sistema. O Windows PowerShell fornece acesso à todas as APIs .NET disponíveis no sistema, além dos objetos COM, e outras APIs Microsoft. Atualmente os produtos Server da Microsoft devem fornecer suporte à automatização via PowerShell, segundo seu Common Engineering Criteria . O Windows PowerShell é integrado como componente opcional do Windows Server 2008, habilitado por padrão no Windows Server 2008 R2 (exceto instalação core) e Windows 7, e pode ser baixada gratuitamente para instalação em Windows XP SP2, Windows Vista e Windows Server 2003

 

e, segundo o  Microsoft | TechNet: Quem melhor, para falar da “Criatura” senão o Criador.

microsoft-technetWindows PowerShell

Updated: August 18, 2010

Applies To: Windows PowerShell 2.0

Windows PowerShell™ is a task-based command-line shell and scripting language designed especially for system administration. Built on the .NET Framework, Windows PowerShell™ helps IT professionals and power users control and automate the administration of the Windows operating system and applications that run on Windows.

Built-in Windows PowerShell commands, called cmdlets, let you manage the computers in your enterprise from the command line. Windows PowerShell™ providers let you access data stores, such as the registry and certificate store, as easily as you access the file system. In addition, Windows PowerShell™ has a rich expression parser and a fully developed scripting language.

Windows PowerShell™ includes the following features:

    • Cmdlets for performing common system administration tasks, such as managing the registry, services, processes, and event logs, and using Windows Management Instrumentation.

    • A task-based scripting language and support for existing scripts and command-line tools.

    • Consistent design. Because cmdlets and system data stores use common syntax and naming conventions, data can be shared easily and the output from one cmdlet can be used as the input to another cmdlet without reformatting or manipulation.

    • Simplified, command-based navigation of the operating system, which lets users navigate the registry and other data stores by using the same techniques that they use to navigate the file system.

  • Powerful object manipulation capabilities. Objects can be directly manipulated or sent to other tools or databases.

  • Extensible interface. Independent software vendors and enterprise developers can build custom tools and utilities to administer their software. “

 

BlackTDN para BlackTDN, e na visão desse que vos escreve: Windows PowerShell é uma mão na roda. Dominando-o você Domina o SO.

Ele é totalmente integrado ao Windows e, a despeito de outros “Shell” (aqui uma cutucada no pessoal do Linux), é totalmente OO.

Podemos executar uma simples tarefa: obter a lista de arquivos ou tarefas mais complexas (comparar o conteúdo entre dois diretórios e mantê-los sincronizados; utilizo esse recurso para manter as minhas ferramentas obtidas a partir do SysInternals sempre em dia).

Gerenciamento remoto: servidor, desktop, workstation, etc. Tudo via linha de comando.

Podemos usá-lo para integrar sistemas, para converter imagens, para analisar consumo de recursos e processamentos, para administrar remotamente o “Active Directory”, para automatizar processos repetitivos, para criar objetos COM ou .NET, para busca e subsituição de texto, para renomear arquivos em lote para … , ou simplesmente, para “sincronizar os repositórios de objetos do Protheus” ou mesmo para desenvolver uma aplicação completa (a exemplo do PowerGui Administrative Console e PowerGui Script Editor )

O PowerShell é de Vasta Aplicabilidade.

A documentação é farta. Os exemplos diversos. A comunidade então, nem se fala. Existem muitos PS/Maníacos espalhados por esse globo. Eu, particularmente, gosto muito de:

  1. PowerGUI.org

  2. LucD Notes

  3. Nivot lnk

  4. Energized Tech

  5. Precision Computing (Lee Holmes)

  6. The PowerShell Guy

  7. Vinicius Canto

  8. Windows PowerShell Blog

  9. Windows PowerShell Tutorial

dentre outros.

powershellPowerShell foi paixão a primeira vista. Sempre que arrumo um tempo procuro estudá-lo e buscar uma forma de usar seus poderosos recursos no meu dia-a-dia.

A Microsoft caprichou no desenvolvimento do PowerShell. Os exemplos são claros. A documentação vasta e a comunidade apaixonada.

A idéia aqui não é encerrar o assunto, mas aguçar a curiosidade e estimular a pesquisa.

Quando conhecerem o poder do PowerShell entenderão o porquê da paixão.

[]s
иαldσ dj

moebius

Comentários

  1. Show! Sensacional, gostei... Tô ansioso para os próximos capítulos. Rleg.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

BlackTDN :: RLeg ~ Desvendando a Função ParamBox

Para quem precisar desenvolver uma interface de entrada de dados, coisa rápida, e não quer ter aquele trabalhão danado que todos já sabemos, o Protheus tem uma função que ajuda muito, é uma interface semelhante a função Pergunte, porém com muito mais opção de objeto de entrada de dados, alias até colocar o scrollbox desta interface com todos os objetos em outra MsDialog ou Wizard é simples. Vejam o exemplo abaixo, boa sorte! Rleg. //---------------------------------------------------------- // Função exemplo utilizando a função ParamBox() //---------------------------------------------------------- User Function xParamBox() Local aRet := {} Local aParamBox := {} Local aCombo := {"Janeiro","Fevereiro","Março","Abril","Maio","Junho","Julho","Agosto","Setembro","Outubro","Novembro","Dezembro"} Local i := 0 Private cCadastro := "xParambox" // ---------------

BlackTDN :: Customizando a interface de Login no Protheus e by You

A publicação “ BlackTDN :: By You e sua nova tela de login ”  de nosso amigo OBona deu o que falar e, em função disso, esse que a muito não vos escreve resolveu criar uma versão onde será possível personalizar, “por completo”, a tela de login no Protheus/by You. Considerando que OBona já havia “mapeado, identificado e customizado” as imagens peguei-as emprestadas para o exemplo que se segue: O primeiro passo para a customização “total” da interface de login do Protheus/by You será implementar o “Ponto de Entrada” ChgPrDir (Diretório de impressão) . Usaremos esse PE juntamente como programa U_FindMsObject.prg (apresentado pela primeira vez em: Protheus :: ADVPL : The Container : Presents Pandora's box ). Diferente do exemplo proposto por OBona, que substitui, durante o processo de compilação, as imagens padrões do sistema (excluindo-as) por imagens customizadas (com o mesmo nome) este novo exemplo mantém, no RPO, as imagens padrões adicionando novas imagens customizadas que serã

Protheus :: Chamando Funções do Menu Diretamente e sem a Necessidade de Login

Ferne$ perguntou: "...é possível abrir alguma rotina do sistema sem solicitar login ao usuário, como por exemplo a rotina MATA010..." Sim Ferne$, é possível sim. Abaixo um Exemplo para a Chamada à função MATA010 sem a necessidade de Login no sistema. #INCLUDE "PROTHEUS.CH" #INCLUDE "TBICONN.CH" /*/ Funcao: MATA010Ex Data: 30/04/2011 Autor: Marinaldo de Jesus Descricao: Executar a Funcao MATA010 diretamente sem a necessidade de LOGIN no Protheus Sintaxe: 1 ) U_MATA010Ex ( Chamada diretamente na Tela de Entrada do Sistema ) ; ou 2 ) totvsclient.exe -q -p=u_MATA010Ex -a=01;01 -c=rnp_local -e=rnp -m -l ( Chamada Via Linha de Comando ) /*/ User Function MATA010Ex( cEmpFil ) Local aEmpFil Local bWindowInit := { || __Execute( "MATA010()" , "xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx" , "MATA010" , "SIGAFAT" , "SIGAFAT", 1 , .T. ) } Local cEmp Local cFil Local cMod Local cModName := "SIGAFAT" DEFA